Pacto pela Universidade

Artigo completo no O Globo
Desde a implantação das cotas, o perfil socioeconômico das universidades públicas mudou radicalmente. A entrada de pessoas que são as primeiras em suas famílias a cursar o ensino superior tem um papel simbólico imensurável.
Neste país tão desigual, é estratégico manter espaços onde a convivência entre ricos e pobres possa se dar em — razoável — igualdade de condições. Diante disso, é preocupante que os mais ricos estejam começando a deixar a universidade pública. Salta aos olhos a quantidade de escolas privadas abrindo portas para que seus alunos cursem universidades no exterior. Sinal de que, em breve, o ensino superior pode ter o mesmo destino do ensino básico público. Quando a elite abandona, fica mais fácil sucatear — é triste, mas é fato.